O que é DDA? Entenda como usar o Débito Direto Automático!

Afinal, o que é DDA? Essa ferramenta possibilita receber cobranças diretamente na conta bancária e também realizar pagamentos de modo rápido e simples.

O Débito Direto Autorizado já existe há um certo tempo e, embora pouco conhecido, é uma excelente forma de ajudar na organização financeira das pessoas.

O método é o 4º meio de pagamento mais utilizado no país. Segundo o Banco Central, mais de 1,5 milhão de transações foram realizadas no último trimestre de 2020.

Com isso, preparamos esse texto para que você saiba o que é DDA e como usá-lo no seu dia a dia. Ficou interessado? Continue aqui e acompanhe!

Boa leitura.

O que é DDA?

o que é dda conceito

DDA é uma função que permite a visualização de todos os boletos que estão sendo emitidos em seu CPF ou CNPJ. É um meio de cobrança em que você é capaz de acessar sua conta e encontrar todos os boletos emitidos em seu nome, juntamente a prazos e valores.

Por isso, quando você quiser quitar uma conta, basta autorizar a cobrança e o valor será direcionado para o emissor.

O Débito Direto Automático pode ser utilizado para realizar qualquer pagamento cadastrado na base da CIP (Câmara Interbancária de Pagamentos).

Grande parte das instituições financeiras explicam o que é DDA e oferecem o serviço, porém é fundamental analisar se a sua conta tem disponível a função e se existe alguma cobrança por ela.

Esse método, além de simplificar a visualização de todos os boletos emitidos no seu nome, não necessita de papel. Ou seja, isso quer dizer que a emissão de DDA acontece totalmente pelos meios digitais e que o meio ambiente é preservado.

Para habilitar a modalidade basta conversar com seu gerente ou apenas autorizar o envio por meio de internet banking ou caixa eletrônico.

Depois da autorização, seu banco notificará todos os boletos que estão em seu CPF ou CNPJ.

Dessa forma, não será mais necessário ficar procurando códigos de barras dos boletos nas suas contas. Através do DDA, o banco puxa as contas emitidas no seu nome e avisa sobre a cobrança.

Quando as pessoas perguntarem o que é DDA e o porquê de utilizá-lo, diga que esse é um meio interessante para fazer o acompanhamento das contas e deixá-las registradas em um só lugar.

APROVEITE PARA LER | Meios de pagamento online: quais são mais usados?

Quando usar o DDA para pagamento?

Quando você pesquisar sobre o que é DDA, certamente verá que nem todos os tipos de pagamento podem ser feitos por ele, infelizmente. Porém, algumas contas podem ser pagas através desse serviço, como: 

  • Plano de saúde;
  • Boleto mensal de escola/faculdade;
  • Condomínio.

Ou seja, a principal vantagem é o controle da sua própria conta. O correntista é capaz de acessar vários dados para saber quanto ele deve, qual vencimento da cobrança, se deseja utilizar esse tipo de pagamento, entre outros.

Tudo isso auxilia no momento de realizar uma organização financeira, porque saber o que é DDA é fundamental no dia a dia dos usuários.

O que não pode ser pago com DDA?

iptu dda

Alguns tipos de contas são proibidas de serem pagas por meio do DDA. Embora essa função simplifique o pagamento dos boletos, há limitação em algumas contas recorrentes, como:

  • Contas de serviços públicos: água, luz, telefone e gás;
  • Boletos de arrecadação de tributos: IPTU, IPVA, entre outros.

Nesse tipo de situação, a melhor forma para o controle de suas finanças é optar pelo débito automático.

Portanto, ressaltamos que o débito automático só necessita ser autorizado apenas uma vez. Todas as demais transações serão realizadas de modo automático. Mas, quando se trata de DDA, é necessário autorização para cada tipo de transação.

Como ativar o DDA na sua conta?

Para ativar o DDA na sua conta é preciso habilitá-lo. Primeiramente, você deve verificar como funciona esse modelo de serviço na sua instituição financeira ou banco comercial em que se encontra sua conta.

Com isso, é possível cadastrar o Débito Direto Automático em canais de comunicação do banco, como internet banking ou falar diretamente com seu gerente.

Após o processo de habilitação, o banco enviará notificações relacionadas aos boletos para o CNPJ ou CPF cadastrado.

A maioria das instituições bancárias não cobram nenhuma taxa extra pelo serviço de DDA. No entanto, esse benefício pode variar conforme a modalidade de conta do cliente.

Ainda que não existam taxas, pode ocorrer uma limitação da quantidade de pagamentos a serem feitos mensalmente.

Sendo assim, uma vez realizado o processo com o objetivo de autorizar o Débito Direto Automático, precisamos gerenciar os boletos que surgem na conta. É preciso manter os pagamentos em dia, porque evita atrasos que possam comprometer suas finanças.

Por último, na hora que estiver pesquisando sobre o que é DDA, você deve autorizar cada pagamento nesse sistema, sendo necessário averiguar os boletos um a um. 

Essa modalidade é capaz de diminuir os problemas com extravios de correspondências, evitando que você tenha perda de prazos importantes.

A diminuição de papel é outro ponto vantajoso, principalmente em uma época em que há maior consciência ecológica.

Além disso, outra questão a se destacar é em relação à segurança. O sistema DDA dificulta as fraudes na emissão de boletos, possibilitando que você tenha muito mais tranquilidade no momento de fazer pagamentos.

Outra característica interessante é que o usuário pode solicitar a visualização de cobranças em nome de outras pessoas, por meio de prévia autorização. Além disso, é possível escolher o cancelamento do serviço a qualquer hora, somente contactando o seu banco.

como ativar dda

Conclusão

Se você gosta de utilizar a tecnologia ao seu favor e já está familiarizado com transações financeiras via internet banking, essa opção pode ser perfeita para você. Saber o que é DDA e utilizá-lo ao seu favor trará muitos benefícios!

Aproveite para ler mais conteúdos sobre meios de pagamento e conheça as infinitas possibilidades disponíveis no mercado.

Acompanhe também nossas redes sociais Facebook, Instagram, Linkedin e Twitter!