Conta Corrente ou Poupança: qual a melhor opção?

Você certamente já ouviu falar sobre diferentes tipos de contas bancárias que podem ser abertas, não é mesmo? Entretanto, as pessoas ficam em dúvida, constantemente, sobre qual tipo de conta é melhor: conta corrente ou poupança?

A educação financeira tem um papel muito importante neste momento, não apenas para ensinar a usar crédito ou boleto parcelado. Afinal, é ela que te ajudará a decidir qual é o melhor tipo de conta bancária para você. De forma geral, é bastante fácil perceber a diferença entre ambas. 

Apesar de ambas terem o intuito de guardarem, de forma segura, o seu dinheiro, cada tipo de conta bancária possui uma diferente finalidade e, também, diferentes formas de administração. Para conferir mais informações sobre o tema, aproveite a leitura deste post da VirtusPay

O que é conta corrente?

Tipo de conta bancária mais comum, a conta corrente é um serviço oferecido por todos os bancos do Brasil. Funciona como uma receptora de depósitos e facilitadora de transações. Você pode passar a sua conta bancária para o Financeiro do seu trabalho e receber seu salário por lá.

A conta corrente também permite movimentações financeiras e pagamento de boletos. Hoje em dia, com os avanços tecnológicos, você consegue fazer tudo pelo celular. Precisou transferir um PIX para a sua mãe? Use a conta corrente! Surgiu aquele boleto inesperado? Pague-o pelo app!

Além disso, a conta corrente também é uma forma de melhorar o seu histórico financeiro na praça. Isso mesmo! Ao optar por criar uma conta corrente e movimentar, nela, quantia significativa de dinheiro, você poderá receber uma oferta de cartão de crédito do mesmo banco.

É importante dizer que alguns bancos permitem a abertura de conta corrente sem taxas. Algumas instituições podem cobrar valores por alguns serviços. Por exemplo: o banco pode te disponibilizar 5 saques grátis da sua conta corrente. A partir disso, há uma taxa para a ação. Entendeu?

conta corrente ou poupança

Quais os benefícios da conta corrente?

Existem inúmeros benefícios de possuir uma conta corrente em um banco de sua confiança. Entre eles, podemos destacar:

  • Acesso facilitado à cartão de crédito e empréstimos pessoais, sem necessidade de comprovação de renda;
  • Acesso à extratos financeiros, que te ajudam a ter melhor controle sobre seus gastos e investimentos mensais;
  • Possibilidade de solicitar um talão de cheques, forma de pagamento que, apesar de ter caído em desuso, ainda é importante para muitas empresas que trabalham vendendo serviços e produtos;
  • Serviços de transferências financeiras, como TED, DOC e PIX.

Além dos serviços citados, é importante lembrar que a conta corrente é uma forma segura para você guardar o seu dinheiro. Com senhas e chaves de acesso, o seu patrimônio fica preservado mesmo diante de infortúnios.

Como funciona o cheque especial na conta corrente?

Outro serviço disponibilizado, dentro da conta corrente, por algumas instituições bancárias, é o cheque especial. Trata-se, em linhas gerais, de um limite extra dado pelo banco, que deve ser utilizado diante de situações emergenciais.

O cheque especial costuma ter uma alta taxa de juros, mas pode ser um socorro financeiro caso você precise de uma grana extra. Por exemplo: chega o fim do mês, você já utilizou o seu cartão de crédito para parcelar aquela viagem dos sonhos e seu gás acaba. Aí entra o cheque especial.

Entretanto, é importante ter cautela. Ao usar o limite de cheque especial da sua conta corrente, tenha certeza de que, rapidamente, você conseguirá repor o valor utilizado. Dessa forma, a sua saúde financeira fica sempre em dia e você não precisará lidar com altas taxas de juros.

Documentos necessários

Os bancos possuem critérios diferentes sobre documentação para abrir uma conta corrente, mas, de forma geral, a maioria deles, exige a apresentação da seguinte lista de documentos, que deve ser enviada ao correspondente bancário:

  • CPF;
  • Documento de identificação com foto e dentro do prazo de validade;
  • Em alguns casos, comprovante de renda;
  • Documento comprovante de residência, que pode ser uma conta de água, luz, gás ou, ainda, telefone.

Lembre-se que, como dissemos, a documentação exigida pode variar de acordo com o banco na qual o correntista quer abrir uma conta. Por isso, consulte as condições específicas da instituição financeira.

O que é Poupança?

A poupança é um tipo específico de conta bancária na qual você “injeta” seu dinheiro com o objetivo de guardá-lo para possíveis emergências ou planos futuros. Trata-se de uma forma inteligente de se livrar dos juros bancários cobrados, algumas vezes, nas contas correntes.

Uma poupança pode ser criada no nome de pessoas de quaisquer faixas etárias, sendo feita, muitas vezes, por pais ou responsáveis que desejam montar uma reserva financeira para os seus filhos desde os primeiros passos das crianças.

Além disso, diferentemente de uma conta corrente comum, a poupança possui alguns limites de transação e, na maioria das vezes, não cobra nenhuma taxa. É, portanto, uma conta segura, na qual você deposita dinheiro para retirada futura.

conta corrente ou poupança (2)

Quais os benefícios da Poupança?

Quando pensamos em educação financeira, a abertura de uma conta do tipo poupança é um excelente início. Nela, você guarda o seu dinheiro para projetos futuros e, ainda, tem um rendimento mensal adicionado ao valor que você separou.

Também podemos citar, como benefícios de uma conta do tipo poupança:

  • Trata-se de uma conta flexível e você pode movimentá-la sempre que quiser, seja com depósitos ou retiradas;
  • Facilidade de abertura de conta, uma vez que não é exigida uma idade mínima ou comprovação de renda para tanto;
  • Investimento seguro, que te protege das “armadilhas” do mercado financeiro. Pela lei, caso o banco precise fechar, você será indenizado e, assim, não perderá o seu dinheiro;
  • É rentável, aumentando a atratividade para abertura desse tipo de conta. Todo mês, independentemente do valor que você adicionar, haverá uma porcentagem acrescida aos valores disponíveis na conta.

Por esses e outros motivos, torna-se interessante abrir uma conta poupança. Principalmente se você estiver pensando em segurança financeira a longo prazo. Confira, em um banco de sua confiança, as etapas de abertura de uma poupança.

Documentos necessários

Para abrir uma conta do tipo poupança, é necessário encaminhar ao correspondente bancário os documentos abaixo:

  • Documento de identidade;
  • Número de inscrição no CPF;
  • Comprovante de residência atualizado.

Com esses documentos, você facilmente conseguirá abrir sua conta poupança e, assim, começar a guardar dinheiro imediatamente.

Por que a poupança tem rendimentos e a conta corrente não?

A poupança tem um rendimento baseado na Taxa Selic e, também, na Taxa Referencial. Trata-se de uma regra aplicada a todas as instituições bancárias do País. Enquanto isso, a conta corrente não possui essa ligação e, consequentemente, não tem o mesmo rendimento.

Entretanto, atualmente, alguns bancos, principalmente os digitais, passaram a oferecer um rendimento maior que o da poupança, desde que o valor fique “guardado” na conta e você não o movimente com frequência.

Caso você esteja procurando uma forma de guardar o seu dinheiro e vê-lo render, então, dê preferência para a poupança ou para outros tipos de investimentos financeiros oferecidos por bancos, como aplicações financeiras e outros.

Qual a melhor opção: corrente ou poupança?

A resposta é: depende do seu objetivo! Caso você queira movimentar dinheiro, ter acesso a diferentes formas de crédito e efetuar pagamentos, o ideal é que você tenha uma conta corrente que, ainda com alguns juros, é mais vantajosa.

Agora, se você estiver procurando uma forma de guardar o seu dinheiro de forma rápida e segura, abra uma conta poupança no seu banco de confiança. Dessa forma, você garante que o seu dinheiro estará depositado em local seguro e, também, rendendo, conforme as normas bancárias.

Por isso, ao decidir abrir uma conta bancária, pense quais são os seus objetivos e, assim, opte por aquela modalidade que melhor atenda às suas necessidades financeiras. Estamos combinados, então?  

A VirtusPay tem as melhores soluções para você

Para te ajudar a cuidar da sua saúde financeira, a VirtusPay oferece uma forma diferente de crédito na praça: o boleto parcelado! Com essa modalidade, você consegue fazer suas compras com maior tranquilidade, sem precisar desembolsar grande quantia financeira à vista.

Além disso, caso você queira continuar aprendendo sobre sua saúde financeira, uma boa dica é acompanhar o Blog da VirtusPay, que sempre tem informações incríveis para que você consiga administrar o seu dinheiro.

CTA Viagem parcelada